Postado em 09 de Setembro, 2017



POR QUE EDIFICAR UMA SALA/UM LUGAR DE ORAÇÃO?

Também os levarei ao meu santo monte, e os alegrarei na minha casa de oração; os seus holocaustos e os seus sacrifícios serão aceitos no meu altar; porque a minha casa será chamada casa de oração para todos os povos (Is 56:7)

            Creio que neste ano, mais do que nunca, o Senhor tem nos levado a rever alguns princípios que fazem parte do DNA de nossa igreja e, o principal, é restaurar o Altar de Oração, entendendo o valor de todos os dias dedicarmos um tempo para intimidade com Deus, um período devocional para orar e meditar na Palavra de Deus. Isso tem um preço, mas é revolucionário na vida de quem adota essa prática como Estilo de Vida.

            Entendendo o valor desse princípio, o rei Davi escreveu: “Eu amo, Senhor, a habitação de tua casa e o lugar onde tua glória assiste” (Sl 26.8). Davi era um homem sedento por Deus. Apesar das riquezas, sucesso e fama que tinha, seu maior prazer estava no Senhor e em Sua gloriosa Presença. Podia frequentar os lugares mais belos, conhecer os lugares mais exóticos, mas o seu prazer era estar na presença de Deus, na casa de Deus. Davi amava a presença de Deus.

            Mas o mais interessante, é que ele não se contentava com uma visita passageira e superficial, mas amava habitar e priorizar um tempo em buscar ao Senhor. Desejava, e manifestou isso em diversas ocasiões, estar na casa de Deus, mais do que qualquer outro deleite da vida. Ele buscava isso com todas as forças de sua alma. Tinha anseio por Deus como os guardas anseiam pelo romper da alva. Tinha sede de Deus como as corças que correm desesperadamente para as correntes de águas. Davi desejava habitar na casa de Deus, pois a casa de Deus é o lugar onde a glória de Deus se manifesta.

            É nesse lugar onde experimentamos a manifestação máxima da presença manifesta de Deus. Davi amava a casa de Deus porque amava a Deus. Quando encontramos Deus, encontramos o sentido da vida. É na presença de Deus que existe plenitude de alegria. É à destra de Deus que existe delícias perpetuamente. Deus é a fonte das águas vivas. O manancial de paz e alegria. Nele temos vida em abundância. Ele é o nosso prazer, nossa herança, a razão da nossa vida.

            Isso era tão forte e significativo para ele que em Salmos 132:1-5 ele declarou: “Senhor, lembra-te de Davi e das dificuldades que enfrentou. Ele jurou ao Senhor e fez um voto ao Poderoso de Jacó: Não entrarei na minha tenda e não me deitarei no meu leito; não permitirei que os meus olhos peguem no sono nem que as minhas pálpebras descansem, enquanto não encontrar um lugar para o Senhor, uma habitação para o Poderoso de Jacó”.

            Nosso desejo é fazer de nossa sala de oração um lugar assim. Da mesma maneira que Davi, em sua época, se comprometeu em construir um lugar de habitação para o Senhor, estamos edificando um lugar, comprometidos em manter viva a chama da oração e da adoração em nossas vidas. Queremos um dia chegar a 24 (vinte e quatro) horas, para que todos encontrem um ambiente propício e profético onde possam contemplar a face do Senhor – Sl 27:4 - “Uma coisa pedi ao Senhor, é o que procuro: que eu possa viver na casa do Senhor todos os dias da minha vida, para contemplar a sua beleza e buscar sua orientação no seu templo.”

            Quero te convidar a fazer parte desse projeto. Glorificar a Deus é a razão da nossa existência, o fim principal do homem. O centro do universo é Deus e não o homem. Por isso, numa sociedade tão voltada para si mesma, queremos te desafiar a voltar-se para Deus. Somente nele poderemos desfrutar a verdadeira vida. Só Jesus, o Filho de Deus, tem vida abundante para dar. Só nele desfrutamos de alegria indizível e cheia de glória. Quando Deus é a nossa herança, a nossa alegria e a nossa motivação, então, estar na casa de Deus, na presença de Deus, é a maior de todas as aventuras, o maior de todos os prazeres, o sentido maior da nossa própria vida.

            Jesus está voltando! Não há tempo a perder! Separe um tempo todos os dias para estar conosco em oração e adoração. Quanto mais cheios de Deus, mais prazer teremos na adoração e mais comprometidos seremos em fazer a vontade do Pai. “Porque a hora vem e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e verdade; porque são estes que o Pai procura para seus adoradores” (Jo 4:23).

 

 

Pr. Samuel de Sousa Junior