Postado em 14 de , 2017



INTENSIDADE QUE GERA RECONHECIMENTO

“Ao verem a intrepidez de Pedro e João, sabendo que eram homens iletrados e incultos, admiraram-se e reconheceram que HAVIAM ELES ESTADO COM JESUS” (At 4:13)

            Essa passagem no livro de Atos tem início quando no cap. 3, Pedro e João estavam chegando à porta do templo e havia ali um mendigo, aleijado desde o nascimento, que ganhava a vida naquele lugar pedindo esmolas. Ao aproximarem-se dele Pedro declarou: “Não tenho prata nem ouro, mas o que tenho, isso te dou: em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, anda!”. Instantaneamente o homem foi curado e, possuído de alegria, começou a correr para o templo, pulando e louvando a Deus. O testemunho foi tanto que se formou uma multidão para ouvir a palavra e milhares de pessoas foram salvas.

            Enquanto eles pregavam (At 4:1-4), os líderes religiosos “ressentidos” com o que estava acontecendo os levaram presos e no interrogatório perguntaram: “Com que poder ou em nome de quem fizestes isso? (v. 7)”. Imediatamente, Pedro cheio do Espírito Santo começa a responder com autoridade que estava agindo em nome de Jesus. Os líderes da sinagoga ficaram abismados e “reconheceram que haviam eles estado com Jesus (v. 13)” e “nada tinham a dizer em contrário (v. 14)”. Cremos que é exatamente o mesmo tipo de pessoas que o Pai está procurando nestes dias. Você está disposto(a) a dar o melhor para Deus? A se entregar totalmente em suas mãos? A estar com Ele todos os dias? A não tirar os olhos do trono?

            Vivemos um tempo de um mover muito intenso da presença do Senhor. Um mover muito grande da Sua presença. Um novo sentido de comunhão. Os 21 dias de jejum e oração acrescidos do mover da nuvem do Senhor sobre nós nos dias da RG/CONF em fevereiro, nos trazem uma convicção que uma autoridade diferente, uma ousadia para falar e testemunhar, algo novo está vindo sobre nós que farão as pessoas reconhecer que estiveram com Jesus, mas essa experiência deve ser apenas o início. Quem é intenso de todo coração, deve ter algumas marcas em suas vidas: 1) Nunca se cansa de buscar a Deus, ou seja, nunca se satisfaz: sempre quer mais. 2) Nenhuma crise o abate, pelo contrário, quanto maior a pressão mais disposto e faminto pela presença de Deus ele se torna. 3) É cheio de ousadia e autoridade para testemunhar, pois depende unicamente do mover de Deus em sua vida e sabe que sua força está baseada naquele que o fortalece. 4) Há uma evidência visível da presença de Deus, pois sabe que os sinais acompanham aqueles que crêem.

            Se quisermos prevalecer de forma vitoriosa em meio à crise atual sendo um testemunho vivo daquilo que o Senhor é e presenciar um reconhecimento diante das pessoas, precisamos aprender a gastar mais tempo em Sua presença, buscá-lo de todo coração e alma, ter um encontro real com Ele a cada dia e, aí poderemos ser conhecidos não pela nossa capacidade humana, nem pela nossa sabedoria muito menos pelos recursos naturais que dispomos, mas porque TEMOS ESTADO COM JESUS. “Se vós permanecerdes em mim e as minhas palavras permanecerem em vós, pedireis o que quiserdes, e vos será feito (Jo 15:7)”. Este será sem dúvida alguma, um ano diferente. O ano das maiores e melhores experiências com o Rei. Que nada, absolutamente nada, desvie os teus olhos do trono. Seu favor se manifestará e o mundo reconhecerá que você tem estado com Jesus.

            Deus te abençoe!

 

Pr. Samuel de Sousa Junior

#intensidade #busca #presenca