Postado em 19 de , 2017



CRESCENDO EM INTIMIDADE COM JESUS

Jesus afirmou que o reino de Deus não consiste em Comida e bebida. Ele também não consiste em um código ético ou um tanto de regras que devemos seguir. O reino de Deus é sobre relacionamento com uma pessoa. É sobre relacionamento com Deus. Quando entramos no reino através do única porta possível; aceitando o senhorio de Jesus Cristo em nossas vidas, somos transformados internamente, e Deus vem morar dentro de nós, a partir dai, o processo de crescimento em nossa vida cristã, é em sua essência, um processo de crescimento em Intimidade com Jesus, que agora se manifesta dentro de nós, em nosso homem interior.

Formados na Intimidade

Quando Jesus chamou 12 homens comuns, cheios de religiosidade e preconceitos raciais, e determinou ensinar- lhes os Seus caminhos, o que Jesus fez? Jesus os trouxe para perto Dele. Jesus os chamou para viver com Ele. Durante cerca de três anos e meio aqueles homens foram íntimos de Jesus. Eles andavam juntos, trabalhavam juntos, comiam juntos, se divertiam juntos, enfim, eles viviam juntos. Aqueles 12 homens tiveram o privilégio de ter intimidade com o Deus encarnado, Jesus. Dessa forma, Jesus pôde treiná-los em todos os aspectos e de todas as formas. A isto Jesus deu o nome de ‘discipulado’, e nos mandou repetir o mesmo processo (veja Mateus. 28.18-20).

Acredito profundamente que isto nos revela o propósito de Deus para nossas vidas. O chamado Dele não é apenas para aprendermos teoricamente a respeito dele e de sua vontade. Ele nos chama para andarmos com Ele, para entrarmos na sua intimidade e sermos transformados. Em Cristo, Ele nos chama novamente para “caminharmos no jardim com Ele ao entardecer”.

Trazidos para Intimidade com Jesus

Tudo que Deus está fazendo em sua vida neste momento, tem um único objetivo; trazê-lo para perto Dele. Toda revelação que precisamos, toda instrução para nossa vida e trabalho, todo poder e autoridade, tudo isto está em Deus. Sua Palavra nos aponta o caminho, nos dá a chave, mas é em Deus que estão todas as coisas. É em Jesus que tudo subsiste, nele habita toda plenitude (veja Colossenses 1.17,19). Portanto, não é por intermédio de uma fórmula ou imitando um método, ainda que seja bíblico, que experimentaremos o ‘avivamento’, mas sim por meio de um relacionamento pessoal e íntimo com Ele.

Ajuda-nos Senhor a termos o coração da noiva que diz: “Busquei o amado da minha alma, busquei-o, e não o achei. Levantar-me-ei, pois, e rodearei a cidade, pelas ruas e pelas praças; buscarei o amado da minha alma” (Ct.3:1,2).

Experimentando mais de Jesus

Esta busca por mais intimidade com Jesus, não acontece fora de nós, pois não somente nós entramos no reino através de Cristo, mas o reino entrou em nós em Cristo; “Aquele que me ama, será amado por meu Pai, e eu também o amarei e me manifestarei a ele” (Jo.14:21); “Quem habita em mim, e eu, nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer” (Jo.15:5).

Portanto, a jornada em busca do nosso amado, é interior. Deus nos dá graça e ferramentas para esta jornada; temos o Espírito Santo que está trabalhando em nós para nos revelar mais de Jesus, temos a Palavra de Deus que, quando lida e apreendida, ilumina e inspira nossa alma, para descobrirmos as estradas que nos conduzem a Ele. Temos uma cidade interna para percorrer; as vezes temos que caminhar na rua do perdão; chegamos na praça da obediência, na avenida da misericórdia, nas vielas apertadas do jejum. O mais importante é sempre nos lembrarmos, que todas estas coisas não são o objetivo em si mesmo, estas praticas sozinhas não são o reino de Deus; nesta cidade interna, existe um palácio, e nele um rei assentado no trono, e é somente quanto chegamos à presença deste rei, que estamos experimentando a realidade deste reino.

 

Elcio Lodos

#intimidade #relacionamento #conhecendoJesus